Putzgrila
 
E agora Aécio???
| Postado em: 25/02/2017 - 10:25:20

do Sensacionalista:...

-Mais uma profecia do áudio de Jucá se realiza e Aécio mostra preocupação com parte em que é citado

↑ Voltar ao topo
 
 
Circula na internet
| Postado em: 25/02/2017 - 07:42:43

Enquanto isso o chefe da turma continua numa boa. Neste momento em férias em Miame nos Estados Unidos...

 

↑ Voltar ao topo
 
 
Saraivada de Gratificações
| Postado em: 24/02/2017 - 10:26:43

Hoje veio mais uma saraivada de gratificações (as famosas "FG´s") para os amigos do chefe. Óbvio que alguns são merecedores, mas uma chamou atenção: O vereador e professor ADELAR NEUMANN foi agraciado com 12% de adicional de "difícil acesso". Já que perguntar não ofende, o adicional seria para dar aulas onde? O "difícil acesso" não deveria ser dado pela câmara então, já que daí sim o professor teria que se deslocar até a sede municipal para participar das sessões? Deve estar com saudades do SINE...E as coisas estão só começando, aguardem que tem muito mais.

↑ Voltar ao topo
 
 
O rombo da turma do Richa
| Postado em: 24/02/2017 - 07:48:04

Euclides Lucas Garcia/Gazeta do Povo

O governo do Paraná fechou 2016 no vermelho. As contas do estado encerraram o ano passado com um déficit primário de R$ 481,01 milhões. Além disso, enquanto as receitas correntes caíram na comparação com 2015 – quando descontada a inflação -, as despesas correntes foram no sentido contrário e subiram numa proporção muito maior. Já os investimentos, apesar de terem crescido, atingiram menos de 45% da promessa de índice recorde feita pelo governador Beto Richa (PSDB).

Os números serão apresentados na Assembleia Legislativa, na tarde desta quarta-feira (22), pelo secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, em cumprimento à Lei de Responsabilidade Fiscal. Conforme os dados consolidados de 2016, o resultado primário do governo – quando são excluídos os gastos com juros da dívida – fechou em R$ 481,01 milhões negativos. Foram R$ 49,82 bilhões de receitas primárias contra R$ 50,301 bilhões de despesas primárias.  Em relação a 2015, por exemplo, o Executivo estadual deu como principal destaque de suas contas ter fechado aquele ano com um superávit primário de quase R$ 1,9 bilhão, graças, segundo Mauro Ricardo, ao esforço do ajuste fiscal.

Da mesma forma, se em 2015, o governo Richa se vangloriava de ter cortado despesas (recuou de 7,8%) numa proporção maior do que aumentado receitas (crescimento de 2,3%) na comparação com o ano anterior, em 2016 a conta se inverteu. A entrada de receitas correntes – tributárias, de contribuições, patrimoniais, etc – teve queda real de 0,88% em um ano. Na contramão, as despesas correntes – gastos com o custeio da máquina pública, como salários, fornecedores, água, luz, telefone – cresceram 5,11%, já descontada a inflação.

A prestação de contas mostra ainda que os investimentos da gestão tucano cresceram quase 60% de 2015 para 2016, saltando de R$ 1,031 bilhão para R$ 1,647 bilhão. O número, porém, ficou muito distante da promessa feita por Richa de aplicar R$ 3,7 bilhões do tesouro estadual em obras e aquisições de equipamentos. O consolidado do ano passado, portanto, ficou em apenas 44,33% do que o tucano havia prometido.

Gastos com pessoal

Se em 2015 o Executivo estadual gastou 46,23% da receita corrente líquida com a folha de pagamento, em 2016 foram gastos 45,39%. Por ora, portanto, o governo segue abaixo do limite prudencial de 46,55%, que, se ultrapassado, impede o reajuste de salários e a contratação de novos servidores.

Despesas em saúde e educação

Dos 12% exigidos pela Constituição para despesas com saúde, o governo paranaense investiu 12,08% (R$ 3,314 bilhões). Já na educação, cujos gastos devem atingir pelo menos 30% da receita livre de impostos, foram investidos 35,22% (R$ R$ 9,662 bilhões).

Impostos

De 2015 para 2016, os paranaenses pagaram 6,8% a mais de impostos para o governo do estado. Nesse período, a receita tributária – ICMS, IPVA, ITCMD, IRRF e taxas – saltou de R$ 26,4 bilhões para R$ 28,2 bilhões.

↑ Voltar ao topo
 
 
Comemore rondonense
| Postado em: 23/02/2017 - 08:14:13

Conforme o Portal da Transparência o ex-prefeito Edson Wasem teve uma remuneração bruta em dezembro do ano passado que passou de R$ 75.000,00. Além do rendimento com suas granjas de suínos e aves em Marechal Cândido Rondon, ele “ganhou” só no último mês de 2016, mais de R$ 10.000,00 como Professor da Unioeste de Marechal Cândido Rondon. No cargo de diretor da Paranaprevidência, recebeu no mesmo período R$ 65.519,00. A remuneração bruta que passou de 75 mil reais, inclui salários do mês, décimo terceiro e ainda uma gratificação da Unioeste de Marechal Cândido Rondon. Tudo devidamente pago, rigorosamente em dia e com o dinheiro do povo. É como dizia um assessor do ex-prefeito e que agora está de volta na prefeitura: “Comemore rondonense”...Afinal você está pagando a conta e se estiver quebrado ou com dificuldades financeiras, o problema é exclusivamente seu.

↑ Voltar ao topo
 
Selecione a página
Mais
Mais Notícias
Marechal Cândido Rondon
Jovem que assaltou Loja de Conveniência em Marechal Rondon é preso pela polícia civil
Marechal Cândido Rondon
Uma pessoa fica ferida após acidente envolvendo carro e caminhão próximo ao Portal de Marechal Rondon
Marechal Cândido Rondon
Loja de conveniência é assaltada em Marechal Rondon
Região
Duas pessoas são presas em Mercedes com contrabando e veículo furtado
Matelândia
Uma pessoa morre em grave acidente na curva do Castelinho, na BR 277
Marechal Cândido Rondon
Rondonenses ficam feridos após tombar caminhão em Toledo
+ Notícias
 
E-mail
Ligue Agora!
(45) 3254 - 6715
Newsletter
 
contato@mcrfoco.com.br © 2017
Todos os direitos reservados.
Home | Quem Somos | Contato
  4aw
Tessaro Agropecuária Produtos Tessaro Tessaro Fale Conosco